Trump confirma que Emirados Árabes Unidos estão interessados na compra de aviões F-35

Apesar das objeções do primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse que os Emirados Árabes Unidos estão interessados ​​em adquirir vários aviões F-35.

Durante uma coletiva de imprensa na Casa Branca na noite de segunda-feira (17), Trump foi questionado sobre o acordo com os Emirados Árabes Unidos e os aviões F-35: “É o melhor jato do mundo, então, os Emirados Árabes Unidos querem encomendar muitos F-35. Eles têm dinheiro suficiente, então veremos o que acontece. Ele está sendo avaliado.”

Trump disse aos repórteres e que tal venda está “sob análise”, dada a nova dinâmica entre Israel e os Emirados Árabes Unidos, desde que as duas nações concordaram em normalizar as relações na semana passada.

Netanyahu disse na terça-feira (18) que se oporia à venda, apesar do acordo histórico dos Emirados Árabes Unidos, depois que um jornal israelense informou que o acordo de normalização que Trump intermediou incluía termos para fornecer à nação do Golfo Árabe sistemas avançados de armas dos EUA.

Em nota, o gabinete de Netanyahu disse que o primeiro-ministro se opõe à venda de F-35 e outras armas avançadas para qualquer país do Oriente Médio, incluindo países árabes que têm acordos de paz com Israel.

Manter a supremacia militar regional de Israel tem sido uma marca registrada da política israelense por décadas, e Israel tem usado seus laços estreitos com Washington para garantir que certas armas sofisticadas não sejam vendidas aos países vizinhos. Há muito tempo é relatado que os Emirados Árabes Unidos estão interessados ​​em adquirir jatos de combate F-35 e drones de ataque feitos nos EUA, como os israelenses.