Dados levantados pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e Tribunais de Justiça do país apontam que 17 servidores do sistema prisional morreram vítima de Covid-19 e outros 1.118 foram contaminados até o momento. O CNJ juntamente com os Tribunais iniciaram um projeto de monitoramento da doença no contexto de privação de liberdade.

Segundo informações da coluna Painel da Folha de S.Paulo, o estado com mais casos de infecção é o Pará, com 306. Já São Paulo registrou o maior número de mortes: seis. 

Ainda de acordo com a Painel, entre os presos, o CNJ chegou à marca de 830 contaminados e 30 mortos. São 115 casos a mais de contaminação do que o identificado pelo Depen, e um a mais de morte.