Sem foice e martelo: internautas acusam Manuela de adotar visual conservador em material de campanha

A campanha eleitoral 2020 mal começou e já está dando o que falar nas redes sociais.

Oficializada no domingo (27), a disputa deste ano conta com centenas de nomes engraçados, que vão desde Ferreira do Suvacão à Capitã Cloroquina e Valéria Minha Prima.

Contudo, nos últimos dias, o que provocou curiosidade nos internautas foi o visual de campanha de Manuela D’ávilla, que concorre à prefeitura de Porto Alegre pelo Partido Comunista do Brasil (PCdoB).

Diferente

No Twitter, diversos perfis influentes acusaram a parlamentar de adotar um ‘visual conservador’ para esconder os símbolos da esquerda, a exemplo da foice e do martelo.

Com roupa azul celeste, lembrando a trajes utilizados por evangélicos, o material aparece sem o tom vermelho em excesso.

Outro usuário comparou o corte de cabelo de Manuela ao da primeira-dama Michelle Bolsonaro.

Confira os principais comentários sobre o assunto: