Secretário de Transportes do governo Doria é preso pela Polícia Federal

O secretário de Transportes do governo Doria, Alexandre Baldy, foi preso na manhã desta quinta-feira (6) durante Operação Dardanários, um desdobramento da Lava Jato para apurar desvios na Saúde durante a pandemia da covid-19.

A determinação é do juiz Marcelo Bretas, titular da 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro.

De acordo com as informações iniciais, ao todo estão sendo cumpridas 6 ordens de prisão e 13 de busca e apreensão nas cidades de Petrópolis/RJ, São Paulo/SP, São José do Rio Preto/SP, Goiânia/GO e Brasília/DF.

Segundo a Polícia Federal (PF), foi identificado “conluio entre empresários e agentes públicos, que tinham por finalidade contratações dirigidas“.

Na medida de suas responsabilidades, os investigados poderão responder pelos crimes de corrupção, peculato, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

O Conexão Política fez contato e aguarda o posicionamento do Palácio dos Bandeirantes, sede do governo de São Paulo, e também da defesa de Alexandre Baldy.

Esta matéria está em atualização. Mais informações em instantes.