Cientistas descobriram que a Covid-19 pode ficar no ar por tempo indeterminado em ambientes abertos e dentro de prédios. A descoberta, publicada na revista Nature, confirma o alto risco de contágio da doença e alerta para a sua durabilidade. 

Partículas do coronavírus foram encontradas suspensas (em aerossol) durante um monitoramento ambiental de dois hospitais onde eram tratados pacientes com a doença e em áreas públicas vizinhas a eles, em Wuhan, na China.

Os pesquisadores chineses responsáveis pelo estudo ainda não conseguiram determinar o potencial de infecção dos vírus em suspensão no ar. Segundo O Globo, eles apontaram que o número de amostras analisado é pequeno, mas a descoberta serve de alerta para a necessidade de evitar multidões, deixar uma boa ventilação e desinfeccionar todos os ambientes de forma detalhada.