Modesto Carvalhosa protocola impeachment de Augusto Aras

O jurista Modesto Carvalhosa protocolou, nesta terça-feira (4), um pedido de impeachment contra o procurador-geral da República, Augusto Aras, por causa de sua fala contra a Operação Lava Jato na última semana.

A informação é do O Antagonista.

No documento, que também é assinado pelo desembargador aposentado Laercio Laurelli e pelo advogado Luís Carlos Crema, os juristas acusam o PGR de proferir “declarações que comprometem a sua reputação e a isenção para ocupar o cargo de chefe da Procuradoria-Geral da República”.

O texto também sustenta que “ao desferir acusações à Força-Tarefa da Lava Jato – sem provas, como se verá adiante -, notadamente, aos membros do Ministério Público Federal, incorreu na prática de crime de responsabilidade em face de proceder de modo incompatível com a dignidade e o decoro do cargo”.

A petição diz ainda que Aras não apresentou qualquer prova das acusações feitas contra a operação e, por isso, pede que o Senado receba a denúncia, determine sua leitura no expediente da sessão seguinte e a envie para a Comissão Especial eleita para analisar a procedência do pleito.

De acordo com a peça, a fala do PGR se agrava ao ter sido feita em um evento com advogados de defesa de pessoas que estão sendo investigadas pelo Ministério Público Federal e algumas já condenadas na força-tarefa.