Ministério Público do Rio nega ter ajuizado denúncia contra Flávio Bolsonaro e Queiroz

No início da noite desta segunda-feira (28), o Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) emitiu uma nota à imprensa em que nega ter denunciado o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) e o ex-assessor Fabrício Queiroz.

“Em relação à matéria ‘Ministério Público denuncia Flávio Bolsonaro e Queiroz por ‘rachadinha’ na Alerj’, publicada pelo jornal O Globo nesta segunda-feira (28/09), o MPRJ, por meio da Subprocuradoria-Geral de Justiça de Assuntos Criminais e de Direitos Humanos (SUBCRIM/MPRJ), esclarece que, até o momento, não há denúncia ajuizada contra o atual senador Flávio Bolsonaro nas investigações referentes a movimentações financeiras em seu gabinete no período em que era deputado estadual”, diz o texto do MP.

O órgão ainda ressalta que as apurações correm em sigilo e a que publicação de notícias sem confirmação pode atrapalhar o caso.

“A instituição lamenta e repudia a divulgação de notícias relacionadas a investigações sigilosas, sem qualquer embasamento ou informação oficial por parte do MPRJ, o que causa prejuízo à tramitação do procedimento e desinformação junto ao público.”, completa a nota.

Na matéria, O Globo afirma que o promotor Ricardo Martins denunciou o parlamentar e o ex-funcionário de gabinete como autores dos crimes de peculato, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

Após a nota do MP, o jornal corrigiu a matéria no site, sustentando que a denúncia “ainda será formalizada”.