Médico de Jequié que atuava contra Covid-19 morre com suspeita da doença

Um médico, que estava atuando na linha de frente contra o novo coronavírus na cidade de Jequié, no Sudoeste do estado, morreu no final da manhã deste domingo (10) com suspeita da Covid-19. Ramon Barbosa trabalhava no hospital Prado Valadares e no centro de atendimento e triagem do coronavírus do Hospital São Vicente. 

De acordo com o secretário de Saúde de Jequié Vitor Lavinsky, o médico deu entrada no Hospital São Vicente no dia 7 de maio com os sintomas da doença. Um dia depois, o quadro de saúde dele piorou e, à noite, foi transferido para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI). No início da manhã deste domingo, ele precisou ser transfeiro às pressas em uma aeronave do Estado para o Hospital do Subúrbio, em Salvador. Já em solo, por volta das 12h, Ramon não resistiu e acabou morrendo. 

“Quando ele chegou ao Prado Valadares com sintomas foi feito o teste rápido mas deu negativo. Logo em seguida, foi feito a coleta do material para o teste via laboratório, no Laboratório Central de Saúde Pública ( Lacen). Ainda não recebemos a confirmação de que ele estava com coronavírus. É uma suspeita”, explicou o secretário.