O Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen) já realizou mais de 20 mil exames para a detecção da Covid-19 em toda a Bahia e, para aumentar esse número, tem sido implementado o processo de validação de laboratórios privados para atuarem na testagem da doença.

Até agora, cinco redes de laboratórios tiveram as técnicas de realização do exame para a Covid-19 validadas e estão aptas a realizarem o diagnóstico com a validação do Estado da Bahia. São elas: Leme, DNA, Jaime Cerqueira, Senai-Cimatec e Hospital São Rafael.

No entanto, com 92 casos confirmados da doença até este domingo (3), o município de Feira de Santana ficou de fora dessa primeira validação. As cidades contempladas são Salvador, Itabuna, Santo Amaro, Itabuna, Lauro de Freitas e Camaçari.

De acordo com a diretora do Lacen, Arabela Leal, é necessário que os laboratórios interessados na validação encaminhem e-mail para [email protected] Ainda segundo ela, a validação não é aplicada para os testes rápidos baseados em anticorpos.

“Nesse contato por e-mail, os laboratórios precisarão informar o responsável técnico, estrutura física, entre outros critérios para que possam ser validados. Lembrando que esta validação dos laboratórios é para testes de RT-PCR e não testes rápidos, que são aqueles que furam o dedo”, explicou.