Justiça concede liberdade a faxineiro que jogou mulher na frente do metrô em SP

A Justiça de São Paulo concedeu liberdade provisória ao faxineiro, de 55 anos, que jogou uma mulher nos trilhos do metrô, no momento em que o trem chegava na plataforma, em janeiro de 2018, na estação Conceição, da Linha 1-azul, Zona Sul da capital paulista.

Segundo a Defensoria Pública, a prisão temporária do réu foi renovada muitas vezes enquanto ele aguarda o julgamento. O pedido de lidade provisoória foi aceito pelo juiz Luis Gustavo Esteves Ferreira, da 1ª Vara do Tribunal do Júri.

No dia do crime, Jussara de Souza, de 23, ao ser empurrada pelo faxineiro, ficou presa em um pequeno vão e conseguiu se salvar.

O homem disse que “vozes” mandaram ele jogar a jovem nos trilhos. No entanto, no final de 2019, um laudo descartou que a possibilidade de problemas psicológicos.