Governo Trump propõe ajuda de US $ 20 bilhões para setor aéreo americano

O governo Trump propôs incluir uma extensão de US $ 20 bilhões em ajuda para o setor de aviação em uma nova proposta de estímulo da Câmara no valor de mais de US $ 1,5 trilhão, disse o chefe de gabinete da Casa Branca, Mark Meadows, na quarta-feira (30).

“Há US $ 20 bilhões na proposta mais recente para as companhias aéreas que lhes daria uma prorrogação de seis meses”, disse Meadows a repórteres a bordo do Força Aérea Um, observando que a indústria precisava urgentemente de apoio.

Segundo informações da Reuters, a American Airlines e a United Airlines, as duas das maiores companhias aéreas dos EUA, disseram que estavam iniciando as licenças de mais de 32.000 trabalhadores na quinta-feira, enquanto as esperanças de um resgate de última hora de Washington se desvaneciam. As companhias aéreas americanas pedem mais US $ 25 bilhões em apoio à folha de pagamento para proteger os empregos por mais seis meses depois que o pacote atual, que proibia licenças, expirou à meia-noite (horário local).

Falando em um vôo do estado de Minnesota para Washington, onde o Presidente dos EUA, Donald Trump, havia participado de um comício eleitoral, Meadows disse que esperava que as negociações com a Câmara continuassem nesta quinta-feira (1).

Meadows também disse a repórteres que um projeto de lei provisório de gastos – aprovado pelo Senado e pela Câmara, foi recebido pela Casa Branca. Trump assinou a lei.