O Ministério da Saúde deve publicar nos próximos dias um protocolo de atendimento a pacientes que apresentam sintomas do novo coronavírus, mas não em quadro tão grave. As informações são da Coluna Estadão, do jornal Folha de São Paulo, desta terça-feira (26).

Com a intenção de desafogar as Unidade de Terapia Intensiva (UTI’s) pelo país, a pasta quer orientar os hospitais a tratar estes pacientes também com oxigênio ou ventilação. A ideia é evitar que o quadro do indivíduo evolua. 

Segundo a publicação, o documento foi prometido pelo ministro interino Eduardo Pazuello aos gestores municipais na semana passada. O secretário executivo da Frente Nacional de Prefeitos, Gilberto Perre, avalia que mesmo não tendo caráter normativo, o protocolo é importante para alinhar as ações tomadas pelas esferas municipais, estaduais e federal.

O protocolo é o segundo de uma série de três que o ministério planeja divulgar. O primeiro deles diz respeito ao uso da hidroxocloroquina para pacientes diagnosticados com o novo coronavírus, e o terceiro deve tratar de mão de obra especializada.