Funcionários do posto de saúde do Nordeste de Amaralina realizam protesto para desinfecção da unidade

Funcionários da Unidade de Saúde da Família Professor Sabino Silva, no bairro do Nordeste de Amaralina, em Salvador realizaram um protesto para pedir celeridade na desinfecção do posto na manhã desta segunda-feira (4). A situação acontece após quatro funcionários testarem positivo na unidade.

Os trabalhadores se negaram a entrar para cumprir a carga horária e se mantiveram afastados uns dos outros, em frente à unidade de saúde. O atendimento ficou suspenso durante a manifestação.

Segundo um dos funcionários, que  preferiu não se identificar, os prestadores de serviço do local foram informados que deveriam trabalhar, pois desinfecção do posto já estava programada, mas sem data prevista. 

A reportagem do BNews entrou em contato com a secretaria de Saúde de Salvador e foi informada que uma equipe estava na Unidade de Saúde da Família Professor Sabino Silva para a desinfecção.

Contudo, um profissional de saúde do posto, em anonimato, alertou para a rapidez da desinfecção do local. “Chegou uma equipe de desinfecção, mas fizeram muito superficial. Em 7 minutos limparam” a unidade toda”, relatou.

Os funcionários retomaram o trabalho após ação de limpeza e o atendimento foi normalizado na unidade de saúde.