Funcionário dos correios de Nova Jersey é acusado de despejar correspondências que incluíam cédulas eleitorais postais

Um funcionário dos correios do estado americano de Nova Jersey despejou mais de 1.800 correspondências, disseram os promotores federais na última quarta-feira (7). As correspondências despejadas incluíam 99 cédulas eleitorais postais para as próximas eleições presidenciais e mais de 600 correspondências de primeira classe.

Nicholas Beauchene, de 26 anos, da cidade de Kearny, em Nova Jersey, é acusado de atraso, eliminação ou detenção de correspondência e obstrução de correspondência. Não se sabe se ele contratou um advogado.

Aproximadamente 1.875 peças de correio descartadas foram recuperadas de lixeiras em North Arlington e West Orange em 2 e 5 de outubro, disseram os promotores.

Além das 99 cédulas eleitorais de residentes de West Orange, os promotores disseram que 276 panfletos de campanha de candidatos ao Conselho de West Orange e ao conselho escolar também foram recuperados.

Os promotores disseram que Beauchene era o único carteiro designado a fazer entregas nos endereços naquele período.

As correspondências recuperadas foram colocadas de volta no fluxo de correio para entrega.