Feriado antecipado resulta em redução recorde do número de passageiros do transporte público

O movimento de pessoas transportadas pelos ônibus durante dois dias de feriados antecipados pela Prefeitura e governo do Estado registrou redução nas últimas segunda (25) e terça-feira (26). 

De acordo com informações da Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob), no dia 25, quando houve a antecipação do São João, foi verificada uma redução de 80% do número de passageiros transportados.

Já nesta terça, quando foi antecipado o feriado de Dois de Julho, o índice foi de 82% a menos. O secretário Fábio Mota avalia que os índices representam um recorde desde o início da pandemia do novo coronavírus em Salvador.

“A queda superou as expectativas. Nós estávamos transportando 35% das pessoas, depois caiu para 30% e agora caiu para 18%. Esses cidadãos que estão sendo transportados são apenas os que atuam em serviços essenciais mesmo: dos hospitais, da área de segurança pública e que tem necessidade de se deslocar para o seu trabalho”, diz.

Para atender a parcela da população que segue atuando nos serviços essenciais, a Semob fez um planejamento com ênfase nos horários de pico. “A gente trabalha com uma frota que nós programamos para atender aos serviços essenciais, que nós sabemos que está em torno de 18% a 20% das pessoas que pegam ônibus normalmente na cidade”, completa.

Na última segundo (25), a Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador) registrou  uma queda de 39% na circulação de veículos na cidade. A comparação é feita a um dia normal. Ontem, a redução foi de 45%. Ao todo, 745.774 veículos passaram pelas vias da cidade que são monitoradas por radares e fotossensores até aqui, nesses dois dias de feriados antecipados.