EUA | Chinês é condenado por tráfico de cocaína e lavagem de dinheiro em grande escala dos EUA para cartéis mexicanos

A juíza tribunal federal do estado da Virgínia, nos EUA, Leonie B. Brinkema, condenou o cidadão chinês de 40 anos, Xueyong Wu, também conhecido como “Antonio”, a cinco anos em uma prisão federal e ordenou que ele pagasse uma multa de mais de US $ 4,2 milhões por seu papel em uma conspiração em grande escala para lavagem de dinheiro e tráfico de cocaína, segundo informações obtidas da Procuradoria-Geral dos Estados Unidos para o Distrito Leste da Virgínia.

Os promotores disseram que Wu desenvolveu relações com organizações de narcotráfico latino-americanas com o objetivo de repatriar o produto das vendas dos Estados Unidos para o México. Wu ajudou a movimentar dinheiro, gerado principalmente com a venda de cocaína no Distrito Leste da Virgínia.

Uma queixa criminal obtida pela Breitbart Texas revelou que Wu utilizou sua parceria em um cassino guatemalteco, a Golden Video Loteria, para lavar os lucros. Ele também usou o cassino para estabelecer credibilidade com os cartéis como garantia.

Os promotores disseram que a organização lavou pelo menos US $ 30 milhões em 2017.

Wu trabalhou com vários co-conspiradores no esquema e recebeu uma porcentagem dos fundos traficados por seus esforços.

Agentes federais prenderam Wu em 11 de dezembro de 2019, quando ele chegou ao Aeroporto Internacional de Los Angeles em um voo de volta da China. Wu admitiu aos investigadores seu conhecimento sobre os co-conspiradores e suas operações. Ele também admitiu ser coproprietário do cassino antes de pedir um advogado.