Iniciando processo de flexibilização do isolamento social, o estado de São Paulo registrou 327 novas mortes por Covid-19 e 6.999 novos casos confirmados da doença nesta terça-feira (2). Os números são os mais altos desde o início da pandemia. 

Apesar do recorde nas estatísticas da doença, a partir desta segunda-feira (1º), o governo de São Paulo deu início à flexibilização da quarentena, que permitiu a reabertura de alguns setores da economia em determinadas regiões do estado.

Com a atualização, São Paulo chegou a 7.994 mortes causadas pelo novo coronavírus e 118.296 registros de pacientes infectados. A taxa de ocupação das UTIs no estado também subiu, de 69,3% para 73,5%. Na capital e região metropolitana, o número foi de 83,2% para 85,3%, segundo a secretaria estadual.