COVID-19: Vacina da chinesa CanSino Biologics é segura e induz resposta imune, apontam testes

Pesquisadores da China anunciaram, nesta segunda-feira (20), que a vacina contra a covid-19 desenvolvida pela empresa chinesa CanSino Biologics é segura e induz resposta imune.

Segundo o G1, os resultados foram na segunda fase de testes preliminares que envolveu 500 pessoas. O objetivo principal do estudo foi avaliar a resposta imune e a segurança para determinar a dose mais adequada para a fase 3, última dos testes.

“O estudo de fase 2 acrescenta mais evidências de segurança e imunogenicidade em uma população maior do que o estudo de fase 1. Este é um passo importante na avaliação desta vacina experimental em estágio inicial. Os estudos de fase 3 estão em andamento”, afirma Feng-Cai Zhu, do Centro Provincial de Controle e Prevenção de Doenças da China.

Os pesquisadores usaram um vírus enfraquecido do resfriado comum e ele entrou no organismo dos voluntários para entregar o material genético que codifica a proteína do Sars-CoV-2 e, assim, estimular a criação de anticorpos. Esses anticorpos combatem o coronavírus.

Mas os pesquisadores ressaltam que nenhum voluntário foi exposto ao Sars-CoV-2 após a vacina. Por isso, para este estudo, não é possível determinar se essa candidata à vacina protege efetivamente contra a infecção por Sars-CoV-2 no ambiente.