Câmara reverte decisão do Senado e mantém veto de Bolsonaro a reajuste de servidores

A Câmara dos Deputados decidiu manter, por 316 votos a 165, o veto do presidente da República, Jair Bolsonaro, que congelou aumento nos salários do funcionalismo federal, estadual e municipal até o fim de 2021.

Ontem, quarta-feira (19), o Senado Federal havia derrubado o veto presidencial, o que foi considerado uma derrota do governo federal no Parlamento.

O Palácio do Planalto articulou, durante toda esta quinta-feira (20), para que os deputados federais revertessem o resultado.

Pelos cálculos do Executivo, o impacto negativo seria de cerca de R$ 130 bilhões nas contas públicas.

Com o resultado da Câmara, o veto de Bolsonaro está mantido.