Amazon lança nova maneira de se fazer compras sem dinheiro ou cartão, com scanner de mão

A Amazon criou uma nova maneira de os clientes fazerem suas compras, apenas com a palma da mão. A nova tecnologia de reconhecimento de mão chamada “Amazon One” está atualmente disponível em duas de suas lojas Amazon Go localizadas em Seattle, no estado de Washington, nos EUA.

Mantendo a palma da mão acima do dispositivo, os usuários podem entrar em áreas seguras e pagar por itens sem dinheiro ou cartão de crédito.

A quantidade de informações pessoais que a empresa receberá das digitalizações também é uma preocupação importante com o desenvolvimento mais recente dos pagamentos eletrônicos.

Como as impressões digitais, cada palma da mão é única e a Amazon afirma que “os dados serão protegidos, armazenados em uma nuvem especial criada pela Amazon e que os clientes podem apagar os dados das mãos relacionados ao Amazon One a qualquer momento”.

A empresa espera implantar o sistema em outras lojas da Amazon nos próximos meses, incluindo os supermercados Whole Foods, de sua propriedade.

O maior varejista online do mundo acredita que a tecnologia ‘palm’ (palma) pode ser usada para muitos outros tipos de compras e transações, como lojas de varejo, estádios e prédios de escritórios, destacando o fato de que seu processo é “sem contato”, o que o torna “perfeito para evitar doenças como a covid-19”.

“É sem contato, que acreditamos que os clientes irão apreciar, especialmente nos tempos atuais”, disse Dilip Kumar, vice-presidente de Varejo e Tecnologia da Amazon.

O Conexão Política informou anteriormente que a Amazon estava trabalhando em uma maneira de vincular as informações do cartão de crédito à mão. Agora isto é uma realidade. O Amazon One parece ser apenas a opção mais recente no negócio em constante expansão de digitalização biométrica e implantação de microchips.

Enquanto isso, os usuários das redes sociais começaram a postar suas preocupações sobre o anúncio recente.

Um internauta tweetou: “Amazon One – uma maneira de as pessoas doarem toda a impressão da palma da mão para ser armazenada em um servidor ‘seguro’, onde ninguém pode/vai acessar esses dados. O que aconteceu com os cartões de débito/crédito sem contato? O que estou perdendo? Por que eu acho que isso é desnecessário?”

Outra usuária do Twitter escreveu: “NÃO sou um teórico da conspiração e deixei minha infância de ‘fogo e enxofre’ para trás há muito tempo, mas o Amazon One, em que você coloca a palma da mão sobre um scanner para pagar, é um verdadeiro 666. Os púlpitos do Cinturão da Bíblia vão engolir isso”.

Alguns cristãos interpretam o escaneamento corporal da mão é mais um passo em direção ao cumprimento da “Marca da Besta” dos Tempos Finais profetizada há 2.000 anos no livro bíblico de Apocalipse, nos versículos 16 e 17 do Capítulo 13.

“Também obrigava todas as pessoas, grandes e pequenas, ricas e pobres, livres e escravas, a receber uma marca na mão direita ou na testa, de modo que não podiam comprar ou vender a menos que tivessem a marca, que é o nome da besta ou o número de seu nome.”- Apocalipse 13: 16-17.

Outros se preocupam com o impacto prejudicial que esses avanços tecnológicos podem ter na maneira de como o bem é discernido do mal ou como seguir a bússola moral da humanidade.