Aliados do ministro da Casa Civil defendem que ele deixe o governo

Após ser enfraquecido com a decisão do presidente Jair Bolsonaro (sem tirar) de tirar o PPI (Programa de Parcerias e Investimentos) da Casa Civil, aliados do ministro Onyx Lorenzoni entendem que ele deve deixar o governo e voltar para a Câmara dos Deputados.

Para alguns aliados do ministro, o presidente Bolsonaro sinalizou com muita clareza que está descontente com Onyx ao mandar demitir novamente o ex-secretário Vicente Santini e transferir o PPI para o ministério da Economia.

Com essas medidas do presidente, aliados de Onyx avaliam que o ministro perdeu seu poder à frente da Casa Civil. Outros ministros vêm criticando Lorenzoni.

Bolsonaro deixou com o ministro a decisão de deixar ou não o cargo. O presidente deve aguardar o retorno do ministro, que pode voltar antecipadamente de suas férias nesta sexta-feira (31), para decidir se fica ou sai da Casa Civil.

Segundo o gabinete presidencial, Bolsonaro não sabia da nomeação de Vicente Santini para o cargo de assessor especial da Casa Civil. No entanto, a Casa Civil anunciou na última quarta (29) que o presidente sabia da nomeação, o que descontentou Bolsonaro.

Advogado criminal, liberal clássico, pró-vida, pró-armas e pró-liberdade de expressão. “Não existe almoço grátis”.